curvas

Notícias

20/04/2018

MOÇÃO DAS MULHERES no Encontro Estadual de Agroecologia de Pernambuco



Nós mulheres rurais, urbanas, negras, brancas, lésbicas, transexuais, jovens, quilombolas, portadoras de deficiência, indígenas, pescadoras, agricultoras, sem-teto, participantes do Encontro Estadual de Agroecologia de Pernambuco, que aconteceu nos dias 16 e 17 de abril de 2018, queremos reafirmar ao movimento agroecológico e organizações desse campo político, que não aceitaremos nenhuma forma de violência contra as mulheres.
Enquanto a agroecologia não assumir a luta anti-racista, anti-sexista, anti-homofóbica e anti-capitalista, não haverá agroecologia nem enquanto ciência, nem prática e nem movimento.
Repudiamos todas as formas de violência e opressão contra as mulheres: violência física, sexual, psicológica, moral, patrimonial (que destrói e explora o trabalho das mulheres e impedi o acesso aos recursos e aos bens comuns), e a violência contra às mulheres negras de religiões de matriz africana.

Se tem violência contra as mulheres não é agroecologia!

Se tem veneno, lágrimas e sangue das mulheres não é agroecologia!


Serra Talhada, 17 de Abril de 2018

Organizações:

AASP
ACTIONAID
ADESSU
AGROFLOR
AQCC
ASSIM
CAATINGA
CÁRITAS DE PESQUEIRA
CASA DA MULHER DO NORDESTE
CECOR
CENTRO NORDESTINO DE MEDICINA POPULAR
CENTRO SABIÁ
CHAPADA
CJMA
COMTRENSPE
COOPCAFA
CPP
CPT
DIACONIA
EMBRAPA
ETNIA PANKARÁ
ETNIA XUKURU ORORUBÁ
EXPRESSÃO POPULAR
FASE
FETAPE
FOJUPE
FÓRUM DE MULHERES – SERTÃO CENTRAL
GRUPO DE MULHERES FLOR DE ASSUCENA
GRUPO DE MULHERES QUILOMBOLAS – PAJEÚ
GRUPO ESPAÇO MULHER – RMR
IFPE
IPA
MMTR
MPA
MST
MTST
NAC
NEPPAG
NEPPAS
NÚCLEO AGROFAMILIAR
REDE DE MULHERES PRODUTORAS DO PAJEÚ
REDE SEMEAM
SERTA
SINDICATO DE CARNAÚBA
STR SÃO BENTO
TERRA E VIDA
UNIVASF


voltar
curvas

Redes Sociais

FacebookTwitter

Participe